Alimentos para Diabéticos: os 12 Melhores para Controlar a Doença

Os alimentos para diabéticos devem ser aqueles ricos em fibras, com pouquíssimo carboidrato (mesmo sendo bons carboidratos com alto índice glicêmico), pois o alto consumo de carboidrato na mesma refeição eleva a taxa da glicemia, como resultado descontrolando a diabetes.

O diabético deve cortar de suas refeições o açúcar simples (açúcar branco) e alimentos que contenha excesso de farinha branca.

Vale ressaltar que os alimentos para diabéticos são essenciais para manter a doença controlada, mas não é somente a alimentação.

O diabético deve fazer exercícios físicos regularmente para manter a glicemia na medida certa.

Quais os Melhores Alimentos para Diabéticos?

alimentos-para-diabeticos

Então abaixo segue uma lista de bons alimentos para diabéticos:

1. Abacate

Pode ser surpreendente para você, pois o abacate é uma fruta gordurosa e calórica, mas é uma fonte de gordura boa, ótimo para o controle da glicemia, pois está diretamente relacionada ao índice glicêmico.

O abacate semelhante ao azeite, nozes e castanhas possuem gorduras monoinsaturadas  que ajudam na resistência a insulina e prevenção de doenças cardiovasculares, oposto das gorduras saturadas.

As gorduras monoinsaturadas trazem benefícios para quem tem diabetes tipo 1 e 2, de acordo com as análises da revista The American Journal of Clinical Nutrition após analisar diversos estudos sobre o assunto.

Os estudos comprovou que as gorduras monoinsaturadas ajudam a diminuir o colesterol ruim e aumentam o colesterol bom, além disso, se for consumido em quantidades moderadas, não terá ganho de peso em pessoas diabéticas.

Esse é um excelente alimento para diabéticos, pois diminui problemas cardiovasculares.

2. Chia

Da mesma forma ao abacate, ela possui gordura boa e fibra trazendo consigo um grande volume de água, ocupando com isso uma maior parte do estômago  fazendo com que sinta mais saciedade.

Quem possui a doença diabetes, sempre sente mais fome do que o normal, por esse motivo a Chia é um bom alimento para diabético.

Além disso, a chia vai evitar que ocorram os picos de glicose, justamente por causa desse grande volume de fibra em sua composição.

3. Frutas Vermelhas (morango, amora, framboesa, entre outros)

Frutas vermelhas possuem pouco carboidrato e tem muitos antioxidantes interessantes para os diabéticos.

O consumo de frutas vermelhas é super indicado, pois traz grandes quantidades de vitaminais e minerais antioxidantes para os diabéticos contendo pouco carboidrato.

4. Azeite de Oliva Extra Virgem

O azeite de oliva extra virgem é super importante e é um grande alimento para diabético.

Contendo alguns compostos fenólicos que equilibram o sistema antioxidante e reduz a inflamação sistêmica (inflamação do organismo de uma maneira geral) e ajuda também no controle do índice glicêmico.

Uma boa dica para se consumir o azeite de oliva é acrescentá-la na salada.

5. Ovo

Barato e super fácil de se consumir é o ovo. Considerado o alimento mais completo do mundo e super rico não pode faltar nos alimentos para diabéticos.

Grande fonte de proteína, vitaminas e minerais é ideal para o diabético.

Apesar do ovo ter uma quantidade de colesterol, esta comprovado que até três ovos por semana não causa grande impacto. Se preferir consuma apenas a clara. Mas se seu médico contraindicou o ovo, por favor não consuma. 

6. Aveia

Fonte de bom carboidrato de menor índice glicêmico e rico em proteína.

A aveia ajuda a controlar a carga glicêmica das refeições.

A aveia é rica em fibras solúveis que ajuda a diminuir a velocidade da absorção da glicose e como resultado irá evitar os picos de glicose. Esse tipo de fibra também ajuda no controle do colesterol.

Segundo o Journal of The American Board of Family Medicine devido à alta quantidade de fibras solúveis nesse alimento, o mesmo deve ser consumido e incentivado o consumo, principalmente por quem tem diabetes tipo 2.

E quem não tem diabetes, esse tipo de fibra diminui as chances do surgimento da doença e por isso deve ser consumida. Além de trazer mais saciedade.

Importante lembrar que a aveia é um alimento que pode ir aos alimentos do jantar, almoço e café da manhã.

Mas coma com moderação, nada de consumir em uma quantidade muito grande, pois como é um alimento que contém muita fibra, pode-se ter um pico de aumento da entrada de glicose na corrente sanguínea se consumida em excesso.

Sempre consuma em uma pequena quantidade fracionada durante o dia para se ter apenas os benefícios da aveia.

7. Peixes Gordos (Salmão, atum, sardinha, entre outros)

Super rico em ômega 3 que certamente ajuda a proteger o sistema cardiovascular e a inflamação sistêmica. O diabético já é mais inflamado naturalmente, então consumir mais dessas espécies de peixes é muito benéfico para quem tem a doença diabetes.

8. Leguminosas (feijão, ervilha, granola, lentilhas…)

Ricos em fibras solúvel na casca em sua composição natural ajudando no índice glicêmico e como resultado controlando a glicemia.

9. Batata Yacon

Pouco conhecida dos brasileiros, a batata yacon é totalmente diferente da batata inglesa.

Em 100 gramas de batata Yacon se tem apenas 12 gramas de carboidrato. Desses 12 gramas de carboidrato, 7 gramas são de fibra. Interessante para se melhorar a quantidade de bactérias boas no organismo.

Principalmente para o portador de diabetes tipo 2, o consumo da batata Yacon auxilia nos picos glicêmicos, pois essa batata é abundante em um nutriente chamado  frutooligossacárico.

O frutooligossacárico é um carboidrato que age de forma quase idêntica à fibra.

O diabético não deve ingerir alimentos com carboidratos simples, pois o mesmo é fácil e rapidamente ingerido no organismo, elevando a glicemia e insulina do diabético.

Por isso, o carboidrato da batata Yacon  tem um efeito contrário do carboidrato simples, beneficiando a saúde e controle da doença do diabético.

As moléculas de carboidratos como da batata Yacon não são facilmente quebradas e consequentemente a sua absorção é bem mais lenta ajudando no controle da glicemia do diabético.

Por isso, substitua a batata inglesa pela batata Yacon.

10. Farinhas Funcionais (farinha de berinjela, farinha de maracujá, farinha de coco, entre outros)

Esses tipos de farinhas são interessantes, pois tem baixíssimo valor calórico e ajudam a melhorar na questão do índice glicêmico sendo ricos em fibras.

As fibras solúveis irão ajudar a diminuir os picos de glicose e como resultado da produção de insulina.

Vale lembrar que quanto menos picos de glicose e insulina o diabético tiver, melhor será o seu quadro de saúde.

Além disso, a farinha de banana verde ajuda no aumento de bactérias boas para a flora intestinal.

Essas farinhas são fáceis de fazer e podem ser feitas em casa, mas também pode se comprar pronta. No caso de comprar pronta, opte pela que tem menos carboidrato e mais fibra.

11. Iogurte sem Gordura

Os iogurtes que possuem baixa quantidade de gordura são excelentes para quem tem diabetes.

Isso porque tem baixa quantidade de gordura saturada que trazem malefícios ao diabético devido a problemas cardiovasculares.

O iogurte sem gordura também é rico em cálcio, que é importante estar na dieta de quem tem diabetes.

A falta de cálcio está diretamente associada ao acúmulo de gordura, pois estudos relataram que pessoas portadoras do diabetes tipo 2 com alto acúmulo de gordura havia falta desse importante nutriente em suas dietas.

Além disso, o cálcio é importante para o fortalecimento e a prevenção de dentes e ossos.

Também vale lembrar que os iogurtes em sua composição há alta quantidade de lactobacilos vivos que são excelentes para a imunidade e flora intestinal.

12. Amêndoas

Um excelente alimento para quem tem diabetes, pois tem alta concentração de gorduras boas, poli-insaturadas e monoinsaturadas.

As amêndoas também possui boa concentração de magnésio, pois caso os diabéticos estiver com a glicose muito alta, será normal o diabético urinar demais e como resultado alguns nutrientes importantes serem excretados na urina, principalmente o magnésio.

Além da concentração de gorduras boas, poli-insaturadas e monoinsaturadas, as amêndoas possuem boa concentração de magnésio para a reposição desse nutriente.

Além disso, o magnésio ajuda a diminuir os riscos de diabetes tipo 2 e portanto deve ser consumida por todas as pessoas para prevenir a doença.

Deve-se ingerir até 4 unidades de amêndoas diariamente.

Uma Pequena Parte de Um Grande IceBerg

bolo-para-diabetico

Vale ressaltar que conhecer os alimentos para diabéticos consumir é uma pequena parte de um grande IceBerg.

A doença tem muitos pilares a serem abordados e por isso eu sempre aconselho a quem tem a doença um livro de receitas completas que contem mais de 500 receitas.

Você terá receitas dos mais variados tipos. Um cardápio completo para o diabético fazer o controle da doença sem passar fome.

Você terá acesso ao maior Ebook de receitas para diabéticos já feito no Brasil.

No livro digital 500 receitas para diabéticos você vai encontrar as mais variadas e gostosas receitas cujo objetivo é manter a glicemia controlada e trazer qualidade de vida melhor para o diabético.

Certamente Vale a Pena Conhecer Essas 500 Receitas maravilhosas Feita Especial para Quem tem Diabetes.

Por isso Não Perca Tempo!

Então Clique no Botão Abaixo e Pare de Sofrer com a Diabetes!

Alimentos para Diabéticos: os 12 Melhores para Controlar a Doença
5 (100%) 9 vote[s]